Arena Aeronáutica

A Arena de Aeronáutica foi lançada em novembro de 2014 durante o 4º Encontro Anual do CISB, com o objetivo de conectar atores, discutir desafios tecnológicos, fomentar um portfólio de projetos e pavimentar a criação de uma agenda de cooperação em longo prazo entre os dois países no setor.

O lançamento da Arena foi acompanhado da realização do Composites & Manufacturing Workshop em São Paulo e do 1st Brazilian Swedish Workshop in Aeronautics no ITA em São José dos Campos. Nesses workshops iniciais, os atores tiveram a oportunidade de se conhecerem e discutirem soluções para os desafios da indústria, bem como conhecer possibilidades de apoio governamental para a cooperação bilateral em construção.

Para dar continuidade nas discussões iniciadas nos workshops, o CISB lançou 2 editais de fomento à inovação em paralelo, que resultaram em 40 missões internacionais de uma semana entre pesquisadores dos dois países. A partir destas missões, mais de 50 ideias iniciais evoluíram para propostas de projeto e passaram a integrar o portfólio de projetos da Arena.

O CISB, como facilitador da cooperação e por meio do apoio dos seus membros e parceiros, tem desenvolvido diferentes ferramentas para o fomento de um ambiente propício à colaboração entre Suécia e Brasil.

Conheça as ferramentas de matchmaking & connection que têm sido usadas na Arena e seus números:

Brazilian Swedish Workshop in Aeronautics: 9 edições e 1510 participantes
Workshops em áreas temáticas: 5 no total e 280 participantes
Study Visits: 7 no total e 94 participantes
Summit - International Cooperation in Aeronautics: 2 no total e 60 participantes
Missões Internacionais (Suécia ou Brasil): 51 no total


Conheça o portfolio de projetos de P&D da Arena:

O portfólio inicial contemplava 28 projetos bilaterais em aeronáutica e 5 spillovers. Esses projetos somam 28 instituições parceiras nos dois países, algumas delas participando em mais de um projeto. 14 destes projetos contam com financiamento e atividades tanto no Brasil como na Suécia e 5 foram financiados em pelo menos um dos países. Também fazem parte do portfólio de projetos 14 pesquisadores oriundos da Chamada de projetos conjuntos CNPq-CISB-Saab.

O portfolio de projetos da Arena deu um forte apoio na formação dos consórcios bilaterais que tiveram apoio de agencias governamentais e passaram a constituir o portfolio da cooperação Brasil Suécia monitorado pelo High Level Group in Aeronautics (HLG) a partir de 2015.


Conheça alguns dos spillovers da Arena Aeronáutica do CISB no relatório abaixo:

» Relatório Evaluation of Spillover Effects Case CISB Aeronautics Arena.