CISB comemora cinco anos de atuação apresentando resultados

Com um modelo operacional inspirado nos parques tecnológicos suecos e baseado nos princípios de inovação orientada por desafios, inovação aberta e hélice tripla, o CISB tem hoje 18 membros e atua em cinco áreas: Aeronáutica, Defesa & Segurança, Energia Sustentável, Transporte & Logística e Desenvolvimento Urbano. As áreas de Aeronáutica e Defesa & Segurança são hoje uma vitrine de seu modelo de atuação.

“O CISB tem tido um papel fundamental na construção de uma agenda de pesquisa e inovação que culminou com a criação de um Comitê Bilateral em Aeronáutica para dar suporte às decisões do Grupo de Alto Nível em Aeronáutica, do alto escalão do executivo dos dois países”, conta Alessandra Holmo, Managing Director do CISB. Fazem parte desta agenda 28 projetos de P,D&I que estão sendo estruturados com o apoio do CISB, e que têm grande potencial de transbordamentos para outros setores da economia.

Para estrutura-los, o CISB tem viabilizado uma série de ações: estabelecimento de uma forte rede de pesquisa; chamadas de projeto no âmbito do programa Ciência sem Fronteiras em parceria com o CNPq e a Saab AB; chamadas para fomentar criação de projetos por meio do financiamento de missões internacionais; organização de diversos workshops para reunir pesquisadores da indústria e da academia com expertise na área; gestão de um programa de cátedras para professores de universidades suecas de renome no ITA, só para citar alguns exemplos.

“O próximo passo será a realização do Seminário em Aeronáutica: A high-tech focus area for a new level of Brazilian-Swedish cooperation,no SENAI Brasília, em 16 de maio, e um novo workshop, desta vez na Suécia, em outubro próximo, conectado ao Aerospace Tecnology 2016 Congress em Estocolmo, quando iremos dialogar sobre os resultados da cooperação e trilhar os passos para o futuro”, conta.

Reconhecimento – O modelo bem-sucedido do CISB, como plataforma de inovação, vem sendo reconhecido por seus membros e parceiros. Há um ano, o CISB recebeu uma menção especial de agradecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI). E no ano passado, ganhou novos membros: Akaer, ITA e Luleå University. “Isto é fruto de um aprendizado rápido, no que se refere a unir culturas distintas, como a do Brasil e da Suécia, conectar agentes da academia, empresa e governo, e fomentar oportunidades que gerem parcerias duradouras em P,D&I”, afirma Alessandra Holmo.

O CISB possui outras iniciativas nas demais áreas do seu campo de atuação, em temas como corredores verdes, cidades inteligentes e indústria inteligente “O CISB é uma instituição que possui conhecimento e experiência para criação de uma agenda bilateral, sendo que nossa estratégia é replicar este modelo da aeronáutica para a área de sistemas autônomos no longo prazo”, finaliza.

 

Sobre o CISB

O Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro (CISB) é uma associação privada, sem fins lucrativos, cujo objetivo principal é servir como hub internacional, oferecendo um ambiente propício para incentivar a colaboração entre Brasil e Suécia. Seu modelo operacional é inspirado nos parques tecnológicos suecos e baseado nos princípios de inovação orientada por desafios, inovação aberta e hélice tripla. O Centro atua como uma plataforma de inovação promovendo conexão entre pessoas e instituições, fomentando oportunidades, catalisando iniciativas e produzindo resultados para seus membros e parceiros.

 

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Acadêmica Agência de Comunicação – www.academica.jor.br
Érika Coradin – erika@academica.jor.br
11+ 5549-1863 / 5081-5237