Novos horizontes para o CISB

Um novo e desafiador cenário tem se desenhado desde o mês de março para toda a nossa sociedade. Visando dar continuidade aos eventos e projetos de cooperação entre Brasil e Suécia, o CISB avançou rapidamente para a implementação de uma plataforma de inovação digital. “Somos um Centro de Inovação e é em situações de adversidade que devemos nos destacar com soluções criativas, flexíveis e ágeis que mantenham as relações que criamos em todos esses anos de trabalho”, destaca Alessandra Holmo, Managing Director do CISB.

Uma das principais características de uma plataforma de inovação são propiciar a conexão entre diferentes atores de um ecossistema e criar condições para a discussão de ideias e projetos. Devido ao desafio do momento, o CISB criou um programa de conexão online chamado Virtual Visit tendo já realizado um piloto e que poderá servir com um preparatório para missões futuras e também workshops online, ampliando para o ambiente virtual sua principal característica: ser um facilitador da colaboração entre Brasil e Suécia.

Dentre a séria de workshops, destaca-se o Workshop online Chamada Vinnova-Embrapii, que será realizado no dia 28 de abril e contará com a participação especial da Embrapii. O evento irá introduzir a cooperação entre os dois países, apresentar a Chamada lançada no último dia 2 de abril e apontar maneiras para o lado brasileiro encontrar parceiros suecos.

Além disso, acontecerá o Sweden Brazil Startup Matchday no dia 20 de maio, organizado pelo Ignite Sweden em colaboração com o CISB. Durante o evento, um grupo seleto de grandes corporações brasileiras e multinacionais instaladas no país participará de reuniões de conexão online com startups suecas, a fim de encontrar soluções e tecnologias para seus desafios e necessidades.

A certeza de que as reuniões de matchmaking online serão muito proveitosas para todos, faz com que o CISB avalie o modelo como permanente para as próximas edições de match com startups. “Acreditamos que vamos fortalecer ainda mais nossa parceria com o Ignite Sweden e escalar o modelo com esta etapa virtual”, espera a diretora.

“Vejo um movimento muito interessante de ruptura com o passado. Seremos seres humanos diferentes. Todos precisarão se reinventar. A digitalização da sociedade avançará rapidamente neste período. Estamos reinventando os processos e relações internas e externas nas instituições e é neste momento que a nossa capacidade de inovação será o nosso diferencial.”, conclui Alessandra Holmo.