Rede de pesquisa aeronáutica

O programa de cátedras Swedish Endowed Professor Chair Program at ITA in Honor of Peter Wallenberg Sr., trouxe alguns benefícios além dos esperados a princípio. Com objetivo principal de ampliar os horizontes de estudantes e pesquisadores brasileiros ao entrarem em contato com professores suecos de grandes universidades, a iniciativa coordenada pelo CISB resultou em grande aproximação entre os próprios tutores do país escandinavo.

Um dos resultados desse contato próximo foi o SARC (Swedish Aeronautical Research Center), um centro de pesquisas criado na Suécia para incentivar a coordenação nacional e o alinhamento da pesquisa acadêmica em aeronáutica. Entre suas atribuições está a mediação entre indústria e empresas, fortalecendo o modelo sueco de hélice tripla tão respeitado internacionalmente.

“A conexão brasileira facilitou a interação entre os professores suecos e, assim, também contribuiu para a formação do SARC”, explica o professor Dan Henningson, do KTH (Royal Institute of Technology). Henningson diz ainda que o apoio à pesquisa aeronáutica para as universidades é geralmente fornecido pelo governo sueco, principalmente pelo programa da Vinnova (agência de fomento governamental) chamado NFFP. “Cada projeto NFFP é uma colaboração entre universidades e indústria”, diz. Segundo ele, o centro irá fortalecer o lado acadêmico da pesquisa e criar uma rede de pesquisadores universitários no campo da aeronáutica.

Agora a ideia é fazer algo semelhante no Brasil, porém respeitando a realidade do país. É o que explica a professora Emilia Villani, do ITA. “No Brasil há mais carência em projetos vinculados à indústria”, afirma. A docente diz ainda que há poucas pessoas realizando pesquisas relevantes no setor aeronáutico. “O objetivo de criar uma rede de pesquisas no país é conectar esses pesquisadores, de forma que, juntos, produzam mais do que atuando de maneira isolada”, conclui.

O projeto ainda está em fase inicial, mas será discutido durante o SARC Academy, primeiro resultado concreto do SARC, que ocorrerá entre 18 e 22 de março em Florianópolis, com a presença dos representantes do SARC e de vários pesquisadores brasileiros do setor aeronáutico.